Este espaço foi pensado para divulgar e discutir a Cidade de Ipu/CE de uma forma bem espontânea, através de crônicas, causos, versos, além de opiniões e comentários diversos, tanto do autor, quanto dos nossos visitantes. O blog IPU EM CRÔNICAS E VERSOS, embora com muita humildade, busca também promover as peculiaridades do Nordeste através do cordel, uma das expressões mais originais de nossa cultura. Sejam todos bem-vindos! (Ricardo Aragão)


1 de setembro de 2010

PEITICA DE BRIGÕES

.







Em briga de valentões,

Não se tem um vencedor.

Um quer ganhar no grito,

O outro, no destemor.

Mas o embate é perdido,

Sem vencedor ou vencido,

Perdedor ou Ganhador!




Proseando d'outra forma,

Não perdura a confusão,

Quando não há um consenso,

Encerra-se a discussão.

Pra que ficar na peitica,

Com insulto e futrica,

Se nenhum tem a razão?




Ricardo Aragão
Ipu(CE),Set/2010






Imagem:
Asterix & Obelix

Edição:
Ricardo Aragão

Fonte:
http://www.quirao.com/en/p/figurines/comic-strip-characters-/
18215/asterix-obelix-zizanie-13-resine-leblon-delienne.htm

.

5 comentários:

Dalinha Catunda disse...

Olá Ricardo,

O Cabra quando é teimoso
Arruma encrenca à toa.
Mas não pode se meter
Com o povo da lagoa.
Que não gosta de confusão,
Mas se mexer com Aragão,
A coisa não fica boa.

Um abraço,
Dalinha

Rosário Pinto disse...

Ei Ricardo,

E ainda tem gente que briga
Por qualquer peinha de nada
Parece gente arengueira
Fica a amizade abalada
Esquecem que desse mundo
Nunca se levará nada

Abraço,
Rosário

Rosário Pinto disse...

Olá Ricardo,
Estamos com saudades de você, eu e sua madrinha, hehehehehe. Nestes momentos de véspera de eleições, postamos uma peleja sua e de Dalinha sobre esse nosso processo de evolução democrática. Quando puder, nos visite.
bjos,
rosário

Rosário Pinto disse...

Ola Ricardo,
Estamos com saudades de você e especialmente de sua verve poética. Nestas vésperas de eleições, quando mais uma vez, exercitamos nosso amadurecimento político, eu e Dalinha postamos uma peleja sua e dela sobre a consciência eleitora, seja para os políticos seja para os eleitores. Veja lá no Cordel de Saia. Achei bem oportuno.
Bjos,
rosário

Efigênia Coutinho disse...

Olá Ricardo adorei estar neste seu espaço literario e poder ler voce, Efigenia

Academia Ipuense Letras Ciências e Artes

AILCA - ACRÓSTICO

Academia que pelas letras zela,
Ipuense, nasceste do amor maior.
Letras que formam o pensar que enleva,
Ciências da poesia na rima do amor...
Artes que fazem da arte ser mais bela.

***
À TERRA IPU
Efigênia Coutinho

Com os Ipuenses hoje venho festejar
Importante Evento nesta terra Ipu.
Seus 170 anos com oblação venho comemorar,
Sou Efigênia Coutinho, de Balneário Camburiú.

Terrra berço da Iracema de Alencar,
Abriga as Artes com perfeita harmonia.
Onde seus filhos ilustres, em seu poetar,
Cantam a tua beleza em prosa e poesia.

Ipu, que dos filhos seus a se orgulhar,
Traz em seu seio a fortaleza do Mourão,
Que esta gleba, em bela Arte sabe exaltar
Com amor e brio a honrar o seu torrão.

Meus parabéns para está terra Ipu,
Muitos poemas para ti ainda hão de vir...
Da inspiração de nossa poeta Malu
E do amor de nosso Presidente Valdemir!