Este espaço foi pensado para divulgar e discutir a Cidade de Ipu/CE de uma forma bem espontânea, através de crônicas, causos, versos, além de opiniões e comentários diversos, tanto do autor, quanto dos nossos visitantes. O blog IPU EM CRÔNICAS E VERSOS, embora com muita humildade, busca também promover as peculiaridades do Nordeste através do cordel, uma das expressões mais originais de nossa cultura. Sejam todos bem-vindos! (Ricardo Aragão)


1 de abril de 2010

SEMANA SANTA

.








Semana que de Cristo representa,

Grande chegada em Jerusalém.

Ao filho de Deus disseram amém,

Dias antes de lhe darem morte lenta.

No calvário e na cruz fez-se a tormenta.

Um rei chegou, sendo logo coroado

Com espinhos, pelas mãos de um malvado,

Que não teve por Ele compaixão.

Mas Deus não deixou o filho na mão.

Deu-lhe vida e para o céu foi elevado!




Ricardo Aragão
Ipu(CE), Abril/10




Imagem:
http://presentepravoce.files.wordpress.com
/2009/03/semana-santa-cruz.jpg


Edição de Imagem:
Ricardo Aragão


.

3 comentários:

Talita Martins disse...

Parabéns primo!!! Sempre se garantindo nesses cordeis..
Desejo uma Páscoa maravilhosa pra essa família que é minha também! E que não esqueçamos do motivo pincipal da Páscoa, o sofrimento de JESUS CRISTO por nós. Um grande beijo.. ;***

Dalinha Catunda disse...

Ricardo,
Feliz Semana Santa para você,sua familia e seus leitores.


Décimas Santas

Chegou a Semana Santa,
Tempo de ressurreição.
Preparei meu coração,
E minha entrega é tanta!
Que minha alma forte canta,
Louvores ao bom Jesus,
Que tanto sofreu na cruz.
Também fez sofrer Maria
Visando um melhor dia
E ao nome de rei fez jus.
Dalinha Catunda
Rio de Janeiro-RJ

Pedro Fortuna disse...

O Rei entrou em Jerusalém, humildemente,

Num jumentinho montado.

Hosana ao Filho de Davi, o povo gritava.

Mantos e ramos à sua passagem foram colocados.

Foi mais tarde por Judas traído.

Preso sem abrir a boca foi levado.

Por nossos pecados e por nossa salvação

Foi crucificado

Na cruz pede ao Pai que perdoe os malfeitores

Para que nós aprendêssemos a perdoar nossos devedores

Lição de amor e amizade.

Que o mundo não entende nem consegue aprender

Mas não tenha dúvidas, meu amigo:

Ele morreu por você.

Pedro Fortuna